IMPORTANTE AVISO LEGAL: - IMPORTANT DISCLAIMER: (por favor leia / please read)

MotoGP - 2023

Moderador: benfas69

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

MotoGP - 2023

#1

Mensagem por benfas69 »

Calendário e Circuitos

Imagem
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#2

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

A grande favorita para a nova época. Mas também a equipa que terá maior pressão para manter o nível e demonstrar em resultados a aparente supremacia perante as demais, nomeadamente a Yamaha.

Com o campeão Pecco Bagnaia como chefe de fila, a equipa de fábrica da marca italiana troca de número 2, com Enea Bastianini a saltar da Gresini Racing depois de uma temporada na qual brilhou com um 3.º posto final (acabou com quatro vitórias e seis pódios). O italiano, que na época passada até começou o ano como o melhor Ducati, venceu uma luta particular com Jorge Martín e agora que teve a chance de ser promovido, tem mesmo de mostrar serviço.

Quanto a Bagnaia, a missão será levar o #1 ao mesmo andamento que se viu na segunda metade da temporada, onde conseguiu cinco das suas sete vitórias - quatro delas de forma consecutiva. O moral estará certamente em alta para Pecco, mas a verdade é que o estatuto de campeão do Mundo pode pesar... e muito!


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#3

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

Parece estranho, tendo em conta a forma titubeante com que a equipa austríaca se apresentou na época passada, mas os números não enganam. Foi a KTM a segunda colocada do Mundial de equipas, isto apesar de Brad Binder ter sido apenas 6.º e Miguel Oliveira 10.º. Para 2023 a marca austríaca muda parte das caras do paddock, com Jack Miller a chegar da Ducati para fazer parelha com Brad Binder.

O sul-africano, já com posição cimentada na estrutura e também no Mundial, terá nesta sua quarta temporada a necessidade de afirmação total, isto numa época na qual terá a feroz concorrência dentro da própria equipa do experimentado australiano. Quinto no Mundial do ano passado, curiosamente com apenas mais 1 ponto do que Binder, Miller tem também nesta época um teste de fogo, já que, apesar de ser um dos pilotos mais entusiasmantes e acarinhados do paddock, teima em traduzir em resultados e, acima de tudo, consistência tudo aquilo que se fala de si.


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#4

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

Foi a grande revelação da época passada. E agora tem mesmo de confirmar. No início do ano ninguém esperava, mas foram as RS-GP da fábrica de Noale a dar luta em determinado momento às máquinas da Ducati. Parte deste salto competitivo dos italianos deve-se essencialmente à aposta em definitivo numa estrutura de fábrica, deixando de ser apenas uma equipa de satélite - no caso na órbita da Gresini. Com apoio (e investimento) total, a época passada começou bem, com a vitória emotiva de Aleix Espargaró na Argentina, manteve-se num bom nível, mas na fase final aparentou apresentar uma ligeira quebra. E esse será o principal desafio dos homens italianos: impedir que essa trajetória negativa seja continuada em 2023.

A equipa segue a mesma, com Aleix a ser o chefe de fila, tendo ao seu lado um Maverick Viñales que, agora, não tem qualquer desculpa a dar. Em 2022 mostrou andamento numa série de corridas no arranque da segunda metade da época, mas faltou-lhe aquilo que lhe tem faltado desde sempre: consistência. Se a conseguir encontrar, então a Aprilia pode andar lá por cima mais vezes.


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#5

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

A melhor das três equipas satélite da Ducati mantém em 2023 a mesma parelha de pilotos e, olhando aos resultados do ano passado, é também aquela que apresenta um equilíbrio mais claro em termos de qualidade, numa mescla entre a experiência de Johann Zarco e a juventude e irreverência de Jorge Martín.

O espanhol, de 25 anos, entrará nesta nova temporada com vontade de mostrar serviço e provar à equipa mãe que tomaram a decisão errada ao promover Enea Bastianini. Para tal, o Martinator tem de deixar de lado aquele seu jeito de Marc Márquez e focar-se em ser regular e consistente. Se o fizer... cuidado! Quanto a Zarco, é dos mais experientes do pelotão e é também um dos pilotos que há mais tempo persegue uma vitória na categoria principal. A Ducati não tem segredos para ele e o andamento que apresenta mostra que não há nada mais a exigir-lhe... para lá da primeira vitória.
Imagem

Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#6

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

A Yamaha é quase como a Ferrari na Fórmula 1. Tem uma máquina com um potencial tremendo, mas farta-se dar tiros nos pés. E no ano passado, numa primeira fase, passou de estar bem colocada para ser campeã, tal como a Ferrari, para um final de época para esquecer. Em 2023, como a Ducati, também entra em pista com pressão: no caso para ganhar e mostrar que a temporada passada foi apenas um percalço. Para bem dos homens que mandam na estrutura... é bom que assim seja.

Para 2023 a parelha de pilotos continua a ser a mesma, com ambos os pilotos a terem absoluta necessidade de mostrar serviço. Fabio Quartararo nem tanto, porque ninguém duvida do seu talento, mas a verdade é que para ser campeão tem de ser mais regular e não apresentar sequências de resultados como entre Aragão e Austrália, onde em quatro provas perdeu o Mundial, ao pontuar apenas no Japão. A culpa não foi totalmente dele, mas mesmo assim...

E do outro lado da garagem estará um Franco Morbidelli que, caso não apresente melhorias... deverá ver a porta de saída. Até acabou por ser algo surpreendente a sua permanência na equipa, já que em 2022, enquanto Quartararo andava lá por cima, o italiano ia fazendo um caminho para... trás. Acabou com apenas 42 pontos, menos 206 do que o francês e o melhor resultado que apresentou foi um 7.º lugar na Indonésia. Para quem tem uma moto ganhadora em mãos, não é nada famoso!


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#7

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

2022 foi a primeira época com motores Ducati e os resultados até nem foram maus. O problema foi mesmo o facto de praticamente apenas ter sido um piloto a somar pontos, já que Fabio Di Giannantonio não teve propriamente um ano de estreia positivo. Valeram os resultados de incrível valia de Enea Bastianini (quatro vitórias), que lhe valeram mesmo a promoção à equipa principal. Sem Enea, a equipa de Fausto Gresini - que chegou a sondar Miguel Oliveira -, vai integrar o espanhol Álex Márquez, que no ano passado esteve na LCR Honda.

Será curioso ver o que estes dois pilotos farão juntos, já que ambos entrarão em cena com alguma necessidade de mostrar serviço. Álex para mostrar que não está no Mundial apenas por ser irmão de Marc Márquez; Di Giannantonio para comprovar que a decisão de promovê-lo das Moto2 não foi errada. O italiano tem 24 anos e muito espaço para mostrar em resultados o seu talento, mas num campeonato tão feroz... o tempo pode não chegar!


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#8

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

Tal como no caso da Pramac, a Mooney VR46 é também uma equipa que apresenta um interessante equilíbrio de qualidade entre os seus pilotos e, neste caso, também são ambos jovens. Os pilotos residentes continuam a ser os italianos Luca Marini e Marco Bezzecchi, dois nomes que em 2022 foram dando, a espaços, sinais do seu talento. Para a nova época a missão passa por apresentá-los de forma bem mais regular, de forma a intrometerem-se na luta com as outras Ducati, nomeadamente as da Pramac.

Será uma temporada importante para ambos, mas também para a própria estrutura de Valentino Rossi, provavelmente a salivar e a necessitar de uma vitória para confirmar que valeu a pena apostar nesta equipa.


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#9

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

Uma das maiores incógnitas da nova temporada. O que fará a Honda em 2023? Irá Marc Márquez voltar em pleno? Será Joan Mir capaz de adaptar-se à nova máquina e apresentar resultados? As dúvidas são várias e, provavelmente, até ao arranque do Mundial ninguém terá uma resposta clara para elas. Em teoria, talento não falta aos dois pilotos espanhóis e arriscamos até dizer que esta dupla será a que maior qualidade tem de todo o Mundial. O que é preciso é... a máquina colaborar.

Em 2022 não foi bem o caso e o 9.º lugar final do Mundial, com somente 171 pontos, assim o demonstra. É certo que a situação de Marc Márquez não ajudou - ausente em 8 dos 20 Grandes Prémios -, mas por outro lado os resultados de Pol Espargaró também mostraram uma máquina num nível muito baixo... ou então a precisar de um fora de série para a 'espremer'. O facto de Márquez, mesmo fazendo apenas 12 provas, confirma-o como esse fora de série, mas isso pode não chegar para levar a RC213V lá ao topo da tabela.

Quanto a Joan Mir, vai conhecer uma nova equipa depois de quatro temporadas na Suzuki, onde em 2020 conquistou um dos títulos mais inesperados do ano. Chega à Honda depois de uma época menos positiva, muito influenciada também pelo desinvestimento da Suzuki em determinado ponto. Veremos se, aos 25 anos, consegue voltar ao seu nível.


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#10

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

Sai um Álex e entra outro Álex. Márquez rumou à Gresini e entrou Rins, vindo da agora extinta Suzuki. Mantém-se o japonês Takaaki Nakagami, um piloto que, aos 31 anos, parece ter parado no processo de evolução. A seu lado estará Álex Rins, espanhol que vem de uma boa última temporada na Suzuki, isto apesar do fecho das portas da equipa japonesa e o corte de investimento em determinado momento do ano.

Em teoria, será Rins o líder da equipa e aquele do qual podemos esperar alguma coisa em termos de resultados, mas a verdade é que o nível apresentado pela satélite da Honda nos últimos anos não deixa adivinhar nada de especial em termos de desempenho. Lutar por posições no top-10 deve ser o melhor que estas RC213V conseguirão fazer. A não ser que do Japão venha alguma fórmula mágica...


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#11

Mensagem por benfas69 »

]Equipas

Imagem

Novo motor e novos pilotos. A RNF Racing será a equipa que apresenta uma transformação mais radical para a nova temporada, já que para lá de se ter mudado da Yamaha para a Aprilia, recebeu Miguel Oliveira e Raúl Fernández para os lugares de Andrea Dovizioso (substituído na fase final da época por Cal Crutchlow) e Darryn Binder. Em teoria, será complicado fazer um lançamento claro daquilo que a estrutura do malaio Razlan Razali conseguirá fazer, mas o mais provável é que esta seja uma temporada em crescendo. Isto apesar das boas indicações que foram dadas nos testes. Pés bem assentes no chão e... logo se vê.

Para os dois pilotos é uma mudança de casa e também uma oportunidade para ambos mostrarem que a KTM se enganou na decisão tomada. Miguel Oliveira por não ter recebido a proposta que queria e ter sido empurrado para a GASGAS; Raúl Fernández por não ter sido propriamente bem tratado pela estrutura naquele que era, para todos os efeitos, o seu ano de aprendizagem. Será interessante ver o que esta dupla de pilotos poderá fazer, mas a moto tem de ajudar.

Para a RNF é também uma chance de recomeçar com boa nota, depois de um 2022 que foi absolutamente para esquecer.


Imagem
Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#12

Mensagem por benfas69 »

Equipas

Imagem

É outra das grandes novidades do Mundial. E também com uma dupla de pilotos totalmente nova. A Tech3 muda de nome (a estrutura continua a ser liderada pelo francês Hervé Poncharal), mas continua a ter uma KTM RC16, isto apesar de o nome oficial da máquina ser GAS GAS. Será um ano importante para a estrutura francesa, especialmente depois de um 2022 totalmente para esquecer, com apenas 27 pontos conquistados e dois pilotos jovens totalmente perdidos no que fazer com a máquina da KTM.

Talvez por isso para 2023 a fábrica austríaca (que é quem manda na equipa satélite) tenha decidido ir buscar a voz da experiência de Pol Espargaró, naquele que é um reencontro do espanhol com a estrutura que o recebeu em 2014, na altura pela Yamaha, e onde esteve entre 2017 e 2020, e a juventude e irreverência de Augusto Fernández, o campeão de Moto2. O primeiro chegará com vontade de mostrar serviço de início para fazer esquecer um 2022 de más memórias, ao passo que o segundo quererá entrar com o pé direito e mostrar que tem espaço na categoria rainha.

Tal como noutros casos, especialmente o da Honda, o mais difícil será a moto colaborar.../B]

Imagem


Record
Gostaram deste post: 1 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#13

Mensagem por benfas69 »

Miguel Oliveira 16.º nos primeiros treinos em Portimão

Imagem


Miguel Oliveira (Aprilia) foi esta sexta-feira 16.º nos primeiros treinos livres de MotoGP do Grande Prémio de Portugal, prova de abertura do Mundial de velocidade, com o espanhol Alex Márquez (Ducati) a ser o mais rápido.
Márquez, que se mudou este ano para a equipa Gresini, gastou 1.38,782 minutos na sua volta mais rápida, menos 0,045 segundos do que o espanhol Joan Mir (Honda) e 0,140 do que o italiano do que o italiano Luca Marini, que conduz a Ducati da equipa VR46.

O campeão do mundo, o italiano Pecco Bagnaia, na Ducati oficial, foi nono, a 0,693 segundos de Márquez, ficando logo atrás do francês Fabio Quartararo (Yamaha), vencedor em Portimão em 2022, e que gastou mais 0,499.

Numa sessão que teve chuva ligeira nos minutos iniciais, Miguel Oliveira, a fazer a estreia na RNF, equipa satélite da Aprilia, foi 16.º, a 1,012 de Márquez, ficando um lugar à frente do seu companheiro de equipa, o espanhol Raul Fernández, que gastou mais 0,100 do que o português.

Ainda esta sexta-feira os pilotos de MotoGP têm um segundo treino livre, das 15:00 às 16:00, com os 10 pilotos com os melhores tempos combinados a garantirem a passagem direta à segunda fase da qualificação de sábado.

Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#14

Mensagem por benfas69 »

GP Portugal: Miguel Oliveira foi 19.º nos treinos livres após esta queda aparatosa

Imagem


O português Miguel Oliveira (Aprilia) falhou esta sexta-feira o acesso direto à segunda fase de qualificação (Q2) de MotoGP do Grande Prémio de Portugal, ao ser 19.º no conjunto dos dois primeiros treinos livres.

Numa sessão muito acidentada, Oliveira, que foi vítima de uma queda durante a mesma, obteve o 19.º tempo, com 1.39,794 minutos, a 1,249 segundos do australiano Jack Miller, a estrear-se na equipa de fábrica da KTM e logo com um novo recorde do circuito, com 1.37,709 -- o anterior pertencia ao italiano Pecco Bagnaia (1.38,725), desde 2021.

Bagnaia (Ducati), atual campeão do mundo, não conseguiu mostrar o domínio que tinha tido nos testes e foi terceiro, a 0,110 segundos, atrás do espanhol Maverick Viñales (Aprilia), que apenas ficou a 0,037 de Miller.

De fora da Q2 ficou ainda o espanhol Marc Márquez (Honda), seis vezes campeão mundial de MotoGP, que caiu nos minutos finais da segunda sessão, terminando em 14.º, assim como o seu irmão Alex, que se mudou para a Ducati da Gresini e foi apenas 11.º, depois de ter sido o mais rápido no treino da manhã.

O outro piloto da equipa principal da Honda, o espanhol Joan Mir, igualmente antigo campeão mundial, também ficou fora da Q2, ao ser 12.º, a 0,685 segundos de Miller.

A segunda sessão foi duas vezes interrompida, a primeira por motivos técnicos e a segunda devido a um violento acidente do espanhol Pol Espargaró (GasGas), que teve de ser retirado de ambulância da pista.

A primeira sessão de qualificação de MotoGP está marcada para as 10:50 de sábado, com os dois primeiros a juntarem-se aos 10 que hoje já asseguraram a presença na Q2, com a grelha de partida a servir para a corrida de sprint, igualmente no sábado, às 15:00, e para a corrida principal no domingo, às 14:00.

Record
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#15

Mensagem por benfas69 »

Miguel Oliveira parte do 4.º lugar para o GP de Portugal

Imagem


O português Miguel Oliveira garantiu hoje o quarto lugar na grelha de MotoGP para o Grande Prémio de Portugal, com o espanhol Marc Márquez (Honda) a garantir a ‘pole position’ da prova de abertura do Mundial de velocidade.

Na estreia na RNF, equipa satélite da Aprilia, Miguel Oliveira, depois de passar a primeira ronda de qualificação (Q1), garantiu o quarto posto na grelha de partida para as duas corridas do fim de semana, com um tempo de 1.37,521 minutos.

Na derradeira tentativa, Marc Márquez, seis vezes campeão do mundo da categoria principal, conseguiu o melhor tempo da Q2, em 1.37,226 minutos, batendo o recorde do Autódromo Internacional do Algarve e conseguindo a 64.ª 'pole' da carreira em MotoGP.

Depois das dificuldades sentidas na véspera, nos primeiros treinos livres, nos quais ficou fora do top-10, Márquez adimitiu não saber o que se tinha passado.

"Hoje foi melhor, vamos partir da 'pole position' à tarde [na corrida sprint] e domingo [no Grande Prémio] e isso é importante. A corrida será muito difícil, face às Ducati, que têm um ritmo muito elevado, mas partimos à frente, o que já é uma grande vantagem", referiu.

Na segunda posição da grelha de partida vai estar o campeão do mundo, o italiano Pecco Bagnaia (Ducati), que gastou mais 0,064 segundos do que Márquez, com a primeira linha da grelha de partida a ficar completa com o espanhol Jorge Martin (Ducati), que gastou mais 0,228.

Ainda hoje corre-se a corrida sprint, uma novidade para a temporada 2023 do Mundial de MotoGP, que abre em Portimão, com início marcado para as 15:00, com a corrida principal a disputar-se no domingo, às 14:00.

DesportoSapo
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#16

Mensagem por benfas69 »

Bagnaia vence primeiro sprint da história, Miguel Oliveira em sétimo

Imagem


O piloto italiano Francesco Bagnaia (Ducati) venceu hoje a primeira corrida sprint da história do Mundial de MotoGP, estreada no Grande Prémio de Portugal, primeira prova da temporada, em que Miguel Oliveira (Aprilia) foi sétimo.

O piloto luso, que era terceiro na última volta, cometeu um erro e saiu largo na curva 11 do traçado do Autódromo Internacional do Algarve, cortando a linha de meta a 2,940 segundos do vencedor, com o espanhol Jorge Martin (Ducati) em segundo, a 0,307, e o antigo campeão mundial, o espanhol Marc Márquez (Honda) em terceiro, a 1,517.

No domingo, disputa-se a corrida principal, para a qual Miguel Oliveira parte da quarta posição da grelha.

DesportoSapo
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#17

Mensagem por benfas69 »

Bagnaia vence GP de Portugal marcado por queda de Miguel Oliveira

Imagem



Arrancou este fim de semana em Portimão o novo Mundial de Moto GP, com a corrida final este domingo a ser ganha pelo italiano Francesco Bagnaia (Ducati). Foi um fim de semana de sonho para o campeão em título, que sábado vencera a corrida sprint, uma das novidades da época, e assim acumula 37 pontos, o máximo.


Miguel Oliveira, em estreia na equipa RNF Aprilia, partiu muito bem do 4.º lugar da grelha, mas na segunda volta acabou por ser abalroado por Marc Márquez e ficou fora de prova, tendo sido transportado ao centro médico.
O Moto GP segue para a Argentina na próxima semana.

A Bola
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#18

Mensagem por benfas69 »

Imagem
Calendário 2023


Imagem
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#19

Mensagem por benfas69 »

Imagem

GP Portugal
Corrida Sprint



Imagem
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#20

Mensagem por benfas69 »

Imagem

GP Portugal
Corrida



Imagem
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#21

Mensagem por benfas69 »

Imagem
GP Portugal
Classificação Geral
Pilotos


Imagem
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#22

Mensagem por benfas69 »

Imagem
Classificação Geral
Construtores


Imagem
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#23

Mensagem por benfas69 »

DOBRADINHA APRILIA COM VIÑALES E ESPARGARÓ NO TOPO

Imagem



No primeiro treino da categoria rainha do Grande Prémio da Argentina, Maverick Viñales (Aprilia) foi o mais rápido, bem acompanhado pelo ‘capitão’ da equipa de Noale, Aleix Espargaró. Jorge Martin acabou como o melhor piloto da Ducati na terceira posição.
Apenas a 37 minutos do final da primeira sessão de treinos livres os tempos baixaram para o segundo 40. Primeiro por Maverick Viñales (Aprilia), logo a seguir por Takaaki Nakagami (LCR Honda) e depois por Jorge Martin. Sete minutos depois o japonês da Honda recuperava o primeiro posto com uma volta de 1m40.647.

Na primeira paragem nas boxes, Francesco Bagnaia (Ducati) já era terceiro e Fabio Quartararo (Yamaha) continuava fora do top 10, reentrando no pit-lane com ar de poucos amigos. Pelo contrário, na garagem da Aprilia respirava-se confiança, com os pilotos de fábrica Aleix Espargaró e Vináles instalados em P4 e P5. Mesmo ao lado, na RNF Aprilia, Raul Fernandez tinha o 13º tempo. Surpreendente o 7º posto de Franco Morbidelli com a segunda Yamaha de fábrica.


A 22 minutos do final o tempo de Nakagami estava prestes a ser batido, com três candidatos forte: Viñales, Espargaró e Morbidelli. O #12 da Aprilia foi o primeiro a baixar a melhor volta, depois o seu companheiro Aleix, e finalmente Morbidelli que colocava a Yamaha no topo com uma volta de 1m40.262s. As Ducati de Alex Marquez e Jorge Martin completavam o top 5 nessa altura, na frente de Nakagami, Bagnaia, Marco Bezzecchi, Alex Rins e de Luca Marini que fechava os 10 primeiros.

Com 13 minutos para o final da sessão, o ‘Top Gun’ Viñales assumia o topo da tabela de tempos com uma volta de 1m40.060s, na frente de Morbodelli, Espargaró e Bagnaia. O francês Quartararo subira alguns lugares, para 11º atrás da Ducati de Bezzecchi. Os pilotos da KTM sofriam com Brad Binder e Jack Miller nas duas últimas posições, P17 e P18. Melhor estava a R16 da GasGas com o solitário Augusto Fernandez no décimo lugar.

Restavam os derradeiros 5 minutos de time-attack, com Marco Bezzecchi a saltar para o topo com uma volta de 1m39.598s na frente de Luca Marini e ’Martinator’. Maverick Viñales foi o primeiro a baixar o melhor tempo e com a Aprilia RS-GP a recuperar o melhor tempo com uma volta rápida de 1m39.207s que ficaria como o melhor registo da sessão. Nos instantes finais, Aleix Espargaró ficava com o segundo tempo, à frente de Martin, Nakagami e Marquez. Bagnaia fechava o top 10 a mais de meio segundo do melhor tempo, enquanto na garagem da Repsol Honda era a desilusão total – com Joan Mir na última posição do primeiro treino livre de MotoGP em Termas de Rio Hondo.

TOP 5 – T1 MOTOGP, ARGENTINA

1º M. VIÑALES (APRILIA) 1:39.207
2º A. ESPARGARO (APRILIA) +0.284
3º J. MARTIN (PRAMAC DUCATI) +0.301
4º T. NAKAGAMI (LCR HONDA) +0.376
5º A. MARQUEZ (GRESINI DUCATI) +0.403

Motorsport
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#24

Mensagem por benfas69 »

‘CAPITÃO’ ALEIX FECHA COM CHAVE D’OURO O PRIMEIRO DIA

Imagem


Aleix Espargaró quer repetir o triunfo de 2022 na Argentina. O piloto de Granollers assinou o melhor tempo no treino 2, após um grande duelo com o seu companheiro de equipa Maverick Viñales. Marco Bezzecchi foi terceiro com a Ducati, Fabio Quartararo, Alex Marquez e Joan Mir têm de ir ao Q1.
Recordando o que se passou no T1 da manhã, os pilotos de MotoGP partiram para a longa segunda sessão de 1 hora, com Maverick Viñales, Aleix Espargaró e Jorge Martin instalados no topo da tabela de tempos. A volta mais rápida a bater, 1m39.207s com a assinatura do Top Gun da Aprilia. Os ‘vizinhos’ de Noale estavam no topo… que resposta daria a Ducati? Do lado japonês as coisas estavam sombrias, apenas Takaaki Nakagami instalado no top 10 com a LCR Honda… Fabio Quartararo em P15 e Joan Mir em P18 e último lugar.

Nos primeiros minutos da segunda sessão, as KTM RC16 de Binder e Miller continuavam instáveis e sem se afeiçoar ao circuito sul-americano, Augusto Fernandez caia as cambalhotas com a GasGas RC16 na curva 1, Quartararo diminuia o prejuízo subindo duas posições, para P13… Bagnaia estava sentado na box, certamente a pensar com a equipa na melhor estratégia para repetir o que fez em Portugal.

Com 30 minutos decorridos os tempos da manhã continuavam sem ser batidos. Apenas Alex Rins subira para P5, uma posição atrás de Nakagami, demonstrando que as duas motos da LCR Honda estavam nitidamente acima das RC213V da Repsol Honda. Mir subira um lugar, para P17! Bagnaia subira para duas posições, para P8.

A 22 minutos do final da sessão, os melhores tempos da manhã continuavam em vigor, com duas Aprilia no topo (Viñales e Espargaró), seguidas pela Ducati de Martin e as Honda de Nakagami e Rins. Seguiam-se as Ducati de Marquez, Zarco, Bagnaia e Marini, com a Yamaha de Morbidelli a fechar o top 10. Fabio Quartararo regressava à garagem para os derradeiros minutos sem descolar de P15, atrás de Luca Marini e Fabio Di Giannantonio.

No último quarto de hora as coisas mudam, Jorge Martin e Aleix Espargaró passam pelo topo dos tempos, Pecco Bagnaia também, mas é Marco Bezzecchi que estabelece a melhor volta a 10 minutos do final, com uma volta de 1m38.767s ao veloz circuito de Termas de Rio Hondo. Seguem-se Viñales, Marini, Bagnaia, e Espargaró a fechar o top 5. Brad Binder consegue subir a P8, com o seu companheiro Jack Miller em P12. O francês Quartararo em P15 continua em dificuldades, bastante mais lento que Morbidelli que sobe a P7 nos últimos 3 minutos.

A 2 minutos do final Maverick Viñales recoloca a RS-GP no topo da tabela, mas o seu tempo acaba batido pelo capitão da Aprilia Aleix Espargaró com uma volta de 1m38.518s. Pecco Bagnaia segue a fundo com Ducati de fábrica, mas não descola da sexta posição, mais lento que as motos-satélite de Bezzecchi, Marini e Zarco que fecham os cinco primeiros. Martin (Pramac Ducati), Nakagami (LCR Honda), Morbidelli (Yamaha) e Rins (LCR Honda) encerram um top 10 que continua a ser liderado pela Aprilia.


TOP 10 – T2 MOTOGP , ARGENTINA
1º A. ESPARGARO (APRILIA) 1:38.518
2º M. VIÑALES (APRILIA) +0,162
3º M. BEZZECCHI (DUCATI) +0,249
4º L. MARINI (DUCATI) +0,315
5º J. ZARCO (DUCATI) +0,391
6º F. BAGNAIA (DUCATI) +0,426
7º J. MARTIN (DUCATI) +0,488
8º T. NAKAGAMI (HONDA) +0,553
9º F. MORBIDELLI (YAMAHA) +0,562
10º A. RINS (HONDA) +0,599

MotorSport
Gostaram deste post: 0 x

Avatar do Utilizador
benfas69
Moderador
Mensagens: 18006
Registado: 14 set 2006, 09:53
x 144
Contacto:

Re: MotoGP - 2023

#25

Mensagem por benfas69 »

MOTOGP, ARGENTINA, SPRINT: SUPERSÓNICO BRAD BINDER SURPREENDE PARA VENCER

Imagem



Largando de 15º na grelha, Brad Binder (Red Bull KTM) surpreendeu com uma vitória na corrida Sprint que poucos ousariam em colocar em cima da mesa de apostas. Marco Bezzecchi e Luca Marini completaram o pódio com as Ducati da Mooney VR46 de Valentino Rossi.
O céu estava nublado, mas a pista secou durante as qualificações de Moto3 e Moto2. No ar estavam 19 graus e 21 no asfalto. Quanto aos pneus, apenas Jorge Martín, Álex Márquez, Zarco e Augusto ousaram com o médio, que é o macio de Termas, na frente.

Na largada, Alex Márquez manteve a posição privilegiada da pole position. Morbidelli surpreendeu ao ficar em segundo. Marini ultrapassou Bezzecchi. Binder passou de 15º para quarto. Brutal. Morbidelli continuou a deixar todos maravilhados ao bater o piloto de Cervera e assumir a liderança. Binder subiu para terceiro e Mir caiu com violência.


Alex levou um susto e perdeu o foco. Binder passou por ele e depois por Marini. Aleix cresceu e ultrapassou Viñales para ficar atrás de Bagnaia, que era o quinto. A dez voltas do fim, Binder ultrapassou Morbidelli. Houve uma grande luta entre os dois, passando paralelamente por várias curvas, mas o sul-africano conseguiu consolidar a posição.

Alex Márquez não se resignou e entrou em luta com Pecco Bagnaia, que se defendeu com a faca entre os dentes. Marini, terceiro, foi advertido para punição por ultrapassar demais os limites de pista. Bezzecchi também não tremeu diante do campeão e sócio da marca -e da Academia VR46 e superou Bagnaia, que sofria. Aleix e Viñales passaram com Martín de olho. Quartararo não passou de décimo.

Bagnaia, agressivo nas travagens, acabou por deixar Álex Márquez para trás. ‘Bez’ imitou o amigo ao vencer o catalão. Medido o ‘sprint’, Binder manteve-se no comando, com um comboio atrás. Bezzecchi atacou e ultrapassou Bagnaia sem cerimónia. Pecco também foi notificado pelos comissários por ultrapassar os limites de pisa. Aleix Espargaró caiu na curva 9 quando lutava com Viñales, que havia perdido uma asa na largada.

Marini e Bezzecchi ultrapassaram Morbidelli para deixá-lo fora do pódio provisório. ‘Bez’ era a ameaça para Binder, pois ele fez a volta rápida e veio como um avião. Binder entrou na última volta a quatro décimos de Bezzecchi, mas o italiano atacou-o. Mas Brad defendeu-se bem e venceu a corrida. Alex Marquez conseguiu passar Bagnaia no final para ser quinto.


Imagem


MotorSport
Gostaram deste post: 0 x

  • Tópicos Semelhantes
    Respostas
    Visualizações
    Última Mensagem

Voltar para “OUTRAS MODALIDADES”

×